Localizada no planalto da Serra da Freita em Arouca, a Praia Fluvial de Albergaria da Serra oferece nos dias quentes de verão uma boa alternativa às águas do litoral.

Ondas da Serra regressou ao local onde nasceu, nas encostas da Serra de Montemuro em Arouca. Não nos cansamos de trilhar os seus caminhos, respirar os seus ares e escutar os seus silêncios, por vezes distraídos pelos chocalhos dos rebanhos das vacas, cabras e ovelhas que já vão rareando.

Ontem conseguimos finalmente realizar o nosso evento “Meditação nas Ondas da Serra”, depois de sucessivos adiamentos devido ao mau tempo, mas a espera valeu a pena. Mais de duas dezenas de pessoas participaram na nossa caminhada, num grupo constituído por pessoas de todas as idades e géneros, do Porto, Arouca e Ovar. Em conjunto partilhamos momentos especiais num dia que pensamos perdurará nas suas memórias.

Nos nossos caminhos pela Rota do Carteiro em Arouca, que liga Rio de Frades a Tebilhão, fomos encontrar uma casa que no meio das outras de pedra granítica, em tons pardos e montanhosos se destacava pela cor dos azulejos colocados que embelezavam as suas fachadas. Ficamos curiosos, batemos à porta na esperança de não sermos corridos à força e tivemos sorte, já que o proprietário interrompeu o seu almoço para nós falar. No interior da casa um fogão a lenha aquecia o lar, cá fora reinava o frio. As paredes estavam cobertas por retratos da sua vida e artefactos pitorescos.

Faz parte do Maciço de Gralheira, juntamente com a Serra da Arada (1057 m.) e do Arestal (830 m.), ultrapassando alguns dos seus cumes os 1000 m. de altitude. Ao longo da sua vasta extensão, para além de muitos outros atractivos, pode deparar-se com a Fecha da Mizarela, a secular capela da Sra. da Lage, o fenómeno único das Pedras Parideiras, a Portela da Anta e algumas das aldeias mais características da região, como a Castanheira, Cabreiros e Cando.