Vida de inseto | Rota dos três rios Destaque

Classifique este item
(2 votos)

Muitas vezes na vida andamos e não caminhamos, vemos e não observamos e ouvimos sem escutar. Gostamos das caminhadas na natureza porque elas nos oferecem a possibilidade se estivermos atentos de observar as pequenas vidas dos insetos, conhecer novas plantas ou ver pegadas de animais.

Os insetos na Rota dos Três Rios em Albergaria-a-Velha

Nas nossas últimas caminhadas no PR2 em Albergaria-a-Velha denominado “Rota dos três rios” observamos os pequenos seres na sua vida diária, alheios ao homem que muitas vezes lhe destrói os habitats naturais e os esmaga de mil formas. Toda vida é preciosa e todo os seres têm que ser respeitados porque só a biodiversidade garante o equilíbrio da terra.

Muito havia para fotografar, mas também queríamos contemplar, como aquele bailado de libelinhas coloridas a que assistimos junto ao rio Fílveda enquanto almoçávamos.

Este percurso faz de certo as delicias de qualquer entomólogo pela riqueza da sua flora. A fauna também existe em abundância como aquela cobra que aquecia ao sol o seu sangue frio e ao sentir a nossa presença fugiu fazendo um grande ruído na vegetação rasteira e deixando branca o membro feminino da nossa equipa que inadvertidamente quase a calcava.

Este conjunto de fotografias que apresentamos tem um intruso que é uma lesma e que não é um inseto. Importa elucidar que as lesmas são moluscos gastrópodes, que andam sobre o abdômen e que possuem respiração cutânea. Distinguem-se dos restantes gastrópodes, em particular dos caracóis, pela inexistência de concha externa proeminente. Somos efetivamente estranhos porque achamos uma certa beleza na sua negra aparência.

Pegadas de animais:  Leia o nosso artigo "Conhecer Vila Cova e Espiunca" em Arouca e veja as pegadas que encontramos de algum animal com crias. Ainda estamos à espera que algum especialista nos ajuda a identificar as mesmas. Ler Artigo.

Galeria de fotos 

 

Leiam também os nossos artigos sobre percursos pedestres de Abergaria-a-Velha:

  • PR1 - Rota do Linho em Vilarinho de São Roque, artigo;
  • PR2 - Rota dos três rios - parte um, artigo;
  • PR2 - Rota dos três rios - parte dois, artigo;
  • Rostos de Albergaria-a-Velha - parte um, artigo;
  • Rostos de Albergaria-a-Velha - parte dois, artigo.
Lida 1290 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é um Orgão de Comunicação Social periódico, distribuído electronicamente, que visa através da inserção de notícias, promover a identidade regional, o turismo, e a divulgação/defesa do património natural, arquitectónico, pessoas, animais e tradições, dos concelhos da região norte do distrito de Aveiro, nomeadamente: Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra e Arouca e do forma mais geral dos restantes municípios do distrito.

Itens relacionados

Ria de Aveiro: Conheça belo trilho escondido para BTT

As margens da extensa laguna da Ria de Aveiro, oferecem aos amantes da natureza, birdwatching, caminhadas e BTT, inúmeros locais paradisíacos para explorar. Alguns destes percursos estão já devidamente referenciados, mas há outros menos conhecidos que permitem viajar na companhia da ria, pelo lado lunar, por trilhos em terra batida, taludes ou passadiços. O Ondas da Serra ao longo do tempo foi explorando estes recônditos caminhos, catalogando e unindo alguns percursos menos conhecidos. Neste artigo vamos dar-lhe a conhecer um trilho entre Ovar e Aveiro, com mais de 80 quilómetros, pelo lado nascente da ria, assinalar cais, ribeiras e esteiros, pontos de interesse, fauna e flora. Vamos também disponibilizar os arquivos de tracking para os seus aplicativos de desporto, de forma a poderem também seguir a nossa exploração.

Janarde bela vista do Rio Paiva e Icnofósseis de Mourinha

Janarde em Arouca foi abençoada com uma luxuriante natureza e vista soberba sobre o vale do Rio Paiva, preservando ainda algum do seu casario em xisto e socalcos agrícolas que outrora davam pão ao povo. É também uma velha terra com milhões de anos gravados na história geológica das suas rochas. O espírito de Deus ao pairar sobre as águas deu à luz a vida, tendo a sua criação moldado seres de todas as formas e feitiços, que foram vivendo e morrendo ao longo de milhões de anos. Muitos foram aqueles que nos deixaram provas da sua existência, através dos restos fossilizados dos seus corpos ou icnofósseis das pistas por onde passaram, existindo aqui um importante geossítio do Arouca Geopark, onde poderá admirar marcas deste passado. A nossa curiosidade levou-nos a fazer um pequeno trilho para conhecer esta terra, paleontologia, icnofósseis, meandros, cocheiros e biblioteca do Rio Paiva.

Novas Ecopista de S. Pedro do Sul e Ecopista de Vouzela

Novos percursos da Ecopista do Vouga | Ecopista de São Pedro do Sul e Ecopista de Vouzela

O Ondas da Serra regressou de bicicleta à Ecopista do Vouga, para conhecer a Ecopista de São Pedro do Sul e a mais recente Ecopista de Vouzela, que também aproveitaram o antigo percurso ferroviário. O caminho que escolhemos começou na Serra da Freita e terminou na estação ferroviária de Macinhata do Vouga. Neste artigo vamos contar-lhes a nossa aventura através dum percurso espetacular que também pode fazer pelos melhores trilhos de Viseu e Aveiro.