Levou-nos a bruma da maré à Praia dos Pescadores de Angeiras - Lavra - Matosinhos. No extremo norte deste concelho, na praia de Angeiras, subsiste uma das últimas comunidades de pesca artesanal da região. Fundeamos neste reino quando navegávamos pedalando por marítimos passadiços entre Porto e Vila do Conde. Ao entrar no seu portinho, deparámo-nos com grande reboliço de lobos do mar, trabalhando desalmadamente nas artes de pesca que atascavam o caminho, alheios ao ocioso forasteiro. As afoitas gaivotas voavam e aterravam sem pudor para roubar pescado, nas barbas de pescadores desinteressados da ofensa. As embarcações nidificavam no areal, olhando temerosas o mar revolto que as pode tragar, mas que a bonança e preces a santos populares as fazem quase sempre regressar. Neste artigo vamos conhecer um pouco desta típica vila piscatória, alguns dos seus valentes homens, o seu portinho, rica história e o local escavado na rocha onde romanos salgaram peixe.

No ano da graça de 2021, partimos numa epopeia de bicicleta na demanda duma nau, que começou em Vila Nova de Gaia, navegando junto à costa atlântica do litoral norte do Porto, Matosinhos e Vila do Conde. Fomos à descoberta destas terras desconhecidos e ficamos maravilhados com os seu encanto histórico, patrimonial, ambiental e religioso, que vamos partilhar com o nosso reino.