Pág. 10 de 13

Ondas da Serra nas suas explorações do percurso pedestre 2.3 - “Cabreia e Minas do Braçal”, esteve primeiro nas instalações abandonadas dumas antigas minas da Portucel, onde encontramos no chão restos do passado em forma de antigos documentos de “Guias de Amostras de Aparas” dos anos 70 do século passado. No interior por entre os escombros fomos surpreendidos pelo esvoaçar dum morcego, o animal não gostou que fossemos importunar o seu descanso. Neste local em tempos existiu um jardim bem cuidado e encontramos uma espécie que parecia a árvore da vida tal a sua imponência e majestosidade.

Ondas da Serra fez uma incursão em terras de Sever do Vouga no passado dia 04 de maio, “desde manhãzinha até a noite findar”. O dia apresentou-se soalheiro, mas envergonhado, por vezes ficava triste sem motivo, mas isso não nos impediu de calcorreamos os caminhos e as margens dos rios do PR2 – “Cabreia e Minas do Braçal”.

Albergaria-a-Velha e Sever do Vouga reforçam Rede de Defesa da Floresta Contra Incêndios

Os Municípios de Albergaria-a-Velha e Sever do Vouga estão a reforçar a Rede de Defesa da Floresta Contra Incêndios em zonas florestais que são comuns aos dois Concelhos. O projeto, orçado em cerca de 144 mil euros, é financiado em 85 por cento pelo POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos.

A Ria de Aveiro que banha esta parte do litoral também chega à Murtosa. Esta localidade possui excelentes condições para os amantes das caminhadas, pedaladas, simples observadores e pescadores. É um local bem iluminado, onde se faz sentir a ruralidade e o cheiro por vezes incomodativo dos fertilizantes naturais. É uma terra plana, cheia de canais, caminhos e recantos encantadores para descobrir.

A Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN) vai estar presente na BTL 2017 – Feira Internacional de Turismo, a realizar de 15 a 19 de março, na FIL, com o objetivo de prossecução da sua política de promoção do Património a Norte, esperando atrair ainda mais visitantes para o seu território.

Uma nova parcela da Mata do Castelo, em Santa Maria da Feira, vai ser rearborizada dia 5 de março, em mais uma ação do FUTURO – projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto. As árvores – todas nativas – serão fornecidas pelo Programa Floresta Comum e pelo Viveiro de Árvores e Arbustos Autóctones do FUTURO. Esta ação é organizada pela Câmara de Santa Maria da Feira e CRE.Porto.

Pág. 10 de 13