Albergaria e Sever do Vouga defendem floresta dos incêndios Rede de defesa da floresta contra Incêndios nos concelhos de Albergaria-a-Velha e Sever do Vouga

Albergaria e Sever do Vouga defendem floresta dos incêndios

Classifique este item
(0 votos)

Albergaria-a-Velha e Sever do Vouga reforçam Rede de Defesa da Floresta Contra Incêndios

Os Municípios de Albergaria-a-Velha e Sever do Vouga estão a reforçar a Rede de Defesa da Floresta Contra Incêndios em zonas florestais que são comuns aos dois Concelhos. O projeto, orçado em cerca de 144 mil euros, é financiado em 85 por cento pelo POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos.

O projeto de Defesa da Floresta Contra Incêndios consiste na abertura de ligações entre faixas de gestão de combustíveis, com cerca de 55 hectares, e a adaptação da rede viária florestal de acesso a pontos de água.

Os trabalhos a executar consistem no corte de árvores, no arranque de cepos de eucaliptos e pinheiros, no desbaste de árvores, no corte de arbustos e plantação de sobreiros. No que toca à rede viária, trata- se de adaptar caminhos, corrigindo as suas deficiências, procedendo-se igualmente à conservação do piso e manutenção do sistema de drenagem. As faixas de gestão de combustíveis servem para direcionar o fogo, de forma a proteger pessoas e bens e a minimizar os estragos na floresta.

As intervenções previstas permitem diminuir a área ardida, reduzir o tempo de intervenção dos meios de combate a incêndio, facilitando o seu reabastecimento nos pontos de água existentes. A criação da Rede de Defesa da Floresta Contra Incêndios vai reduzir a continuidade da floresta, sobretudo de eucalipto, com a plantação de outras espécies, como o sobreiro, que é autóctone e resistente ao fogo. Com as intervenções, pretende-se melhorar a gestão dos espaços florestais, reduzindo o risco de erosão e de contaminação dos recursos hídricos.

As áreas onde será implementado este projeto da Rede de Defesa da Floresta Contra Incêndios abrange uma população superior a 15 mil habitantes e corresponde às Freguesias de Ribeira de Fráguas, Albergaria-a-Velha e Valmaior, Silva Escura e Sever do Vouga.

Lida 513 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é um Orgão de Comunicação Social periódico, distribuído electronicamente, que visa através da inserção de notícias, promover a identidade regional, o turismo, e a divulgação/defesa do património natural, arquitectónico, pessoas, animais e tradições, dos concelhos da região norte do distrito de Aveiro, nomeadamente: Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra e Arouca e do forma mais geral dos restantes municípios do distrito.

Itens relacionados

Entre Ambos-os-Rios | Uma península fluvial

Localizada no concelho de Ponte da Barca, a freguesia de Entre Ambos-os-Rios, não é uma jangada de pedra, embora a sua península formada pelos rios Lima, Tamente e Froufe pareça ter uma grande vontade de ir conhecer o oceano atlântico lá para os lados de Viana do Castelo.

Pedras Boroas do Junqueiro | As côdeas do povo

A Serra da Freita é dotada de prodígios geológicos, rochas dobradas com milhares de anos, pedras que dão à luz ou são pão para o povo. Lá para os lados do Junqueiro - Arouca, os penedos resolverem tomar forma de boroas para enganar o engenho humano.

Pedras parideiras que dão à luz na aldeia da Castanheira

Quem sobe para a Serra da Freita em Arouca, está longe de imaginar que no seu planalto irá encontrar tantas maravilhas de Portugal, paisagens, gado de raça caprina e bovina apascentar livremente pelos montes, um rico património natural e geológico e as suas aldeias serranas de Albergaria da Serra, Cabaços, Merujal e Castanheira, onde até as inférteis pedras dão à luz e são chamadas parideiras.

Pub