Alunos do agrupamento de escolas da Murtosa trouxeram a poesia para a rua.

Classifique este item
(1 Vote)

A poesia saiu à rua nos centros de Pardelhas e da Torreira, trazida pelos alunos da Escola Padre António Morais da Fonseca e da EBI da Torreira, que surpreenderam os clientes e proprietários de um conjunto de estabelecimentos comerciais com a declamação de poemas e distribuição de marcadores de livros.

Poesia na ruaAs iniciativas, promovidas pelo Agrupamento de Escolas em coordenação com o Município da Murtosa, inseriram-se nas comemorações do Dia Mundial da Poesia e decorreram nos dia 21 e 22 de março.

O Vice-Presidente da Câmara e responsável pela área cultural, Januário Cunha, e o poeta Murtoseiro Francisco José Rito, acompanharam os alunos da Escola Padre António Morais da Fonseca no seu périplo pelo centro de Pardelhas, que se iniciou com uma visita ao lar da Santa Casa da Misericórdia da Murtosa e seguiu por uma série de estabelecimentos comerciais.

As comemorações do Dia Mundial da Poesia continuaram esta sexta-feira, com uma sessão cultural, na COMUR-Museu Municipal da Murtosa, que contou com a presença do músico aveirense Rui Oliveira.

Lida 384 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é um Orgão de Comunicação Social periódico, distribuído electronicamente, que visa através da inserção de notícias, promover a identidade regional, o turismo, e a divulgação/defesa do património natural, arquitectónico, pessoas, animais e tradições, dos concelhos da região norte do distrito de Aveiro, nomeadamente: Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra e Arouca e do forma mais geral dos restantes municípios do distrito.

Itens relacionados

Os Amigos da Tasca Centenária e da música popular Portuguesa

Em Cabomonte – São Miguel de Souto, na Tasca Centenária da Marçalina, um grupo de amigos reuniam-se em convívio à volta das cartas, dos petiscos e das brincadeiras. Com o tempo trouxeram instrumentos, os cantares ao desafio e a vontade de formarem um grupo musical. Desta forma simples nasceu o conjunto “Os Amigos da Tasca Centenária”, composto por seis músicos e uma cantadeira que perpetuam a nossa memoria coletiva com as suas vozes e melodias tradicionais.

Caldas de São Jorge | Terra de mártir, poesia, rio e águas termais

Caldas de São Jorge é uma freguesia de Santa Maria da Feira, bastante conhecida pelas suas águas termais, mas que tem outras riquezas à espera de serem descobertas.

Intermarché de Ovar conta a história da cidade em azulejo português

Um supermercado já não é apenas um espaço comercial que vende produtos de consumo corrente. Oferecer cultura local em azulejaria portuguesa enquanto vai às compras é reconhecer que a experiência de cliente do século XXI não termina nas caixas registadoras. Por isso é que o Intermarché de Ovar lhe conta a história da cidade num projeto assinado por Marcos Muge.

Pub