Depois dos incêndios que devastaram Arouca em 2016, grande parte das demarcações dos percursos pedestres foram danificadas. Recebemos recentemente informações da Câmara Municipal de Arouca, que as marcações estão quase todas repostas, nomeadamente a do PR 8 – Rota do Ouro Negro, que pode ser feita de Fuste a Rio de Frades ou vice-versa. Foi este que fomos fazer no dia 13 de novembro e sobre a qual vamos falar um pouco.

Em Ovar existe um local que passa frequentemente despercebido, a Moita. Nós passeamos com regularidade pelos seus caminhos, apreciando os campos, aves, insetos, flores, águas, esteiros e ria. Os quadros variam com as estações, humores do tempo, pessoas, fauna e flora.

O Município da Mealhada aceitou o desafio da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) e aderiu à iniciativa Global Action Days, realizando diversas atividades ambientais, como plantações e recolhas de sementes da floresta autóctone, junto da comunidade.

O Município da Mealhada adere, mais uma vez, às Jornadas Europeias do Património, com três dias (22, 23 e 24 de setembro) de atividades abertas à população. Visitar gratuitamente o Convento de Santa Cruz ou levar as crianças a descobrir o Bussaco através dos livros são algumas das propostas do programa da Mealhada.

O Centro de Interpretação Ambiental da Mealhada (CIA) retoma a sua atividade com as tardes AltAmbiente, oficinas que juntam as vertentes lúdica e pedagógica em torno da sensibilização ambiental.

O nosso magnifico distrito possui dezenas de trilhos onde podemos observar a natureza, pássaros, insetos, flores, árvores e escutar um silêncio que dificilmente encontramos no meio urbano. Por vezes durante as caminhadas poderá cruzar-se com os habitantes desses locais, lembrem-se que um cumprimento e um sorriso não custam nada e fazem muito bem. Nós temos falado com pastores, pescadores, idosos e feirantes que sempre nós ensinam algo e nos relembram de outros tempos em que a sociedade estava mais unida.

Pub