quarta, 12 abril 2017 23:11

Câmaras de Ovar e Espinho indignadas com o adiamento do troço Ovar/Espinho

Classifique este item
(0 votos)

Infraestruturas de Portugal apresentam empreitada de Modernização do troço Valadares-Gaia da Linha do Norte

Os presidentes das Câmaras Municipais de Ovar e Espinho, Salvador Malheiro e Pinto Moreira, foram hoje surpreendidos com a apresentação da empreitada e respetivo lançamento do concurso público da Modernização do troço Valadares/Gaia da Linha do Norte, ficando, uma vez mais, adiado o troço Ovar/Espinho. Esta apresentação teve lugar na Estação Ferroviária General Torres e contou com a presença do Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques.

Na causa da surpresa e da indignação está a promessa já antiga e há muito ansiada pelas populações de Modernização da Linha do Norte nestes dois Municípios, inclusive por questões de proteção e segurança, tendo estas intervenções vindo a ser realizadas no sentido sul-norte.

Os autarcas não escondem a sua indignação, não compreendendo como se “saltam” dois territórios e se prossegue com a obra no Município de Gaia, deixando para trás a intervenção na ferrovia de Ovar/Espinho que, como a própria Infraestruturas de Portugal refere “é um troço onde circulam em média 190 comboios por dia”, tratando-se de "um dos mais congestionados" e "mais densamente utilizados da Linha do Norte", acrescentou o Ministro do Planeamento e das Infraestruturas.

Salvador Malheiro revela que “Hoje, assistimos apenas ao lançamento de duas obras no Município de VN de Gaia.  Infelizmente a intervenção na ferrovia em territórios de Ovar e de Espinho vai continuar em estudo e projeto até ao último trimestre de 2019. A obra só terá lugar em 2020. Por isso o que aconteceu hoje foi o início da modernização do Troço Gaia-Gaia e não Ovar-Gaia!”, acrescentando que “o investimento público em Ovar a partir das Infraestruturas de Portugal continua a ser adiado (o atraso na requalificação da EN109 é outro exemplo). Claro que não estou satisfeito com o sucedido.”

Corroborando as palavras de Salvador Malheiro, Pinto Moreira, adianta que “as Infraestruturas de Portugal e o Ministro do Planeamento e das Infraestruturas atiraram as intervenções em Espinho e Ovar para 2020, o que resulta numa discriminação grave para as respetivas populações. Não vamos calar o nosso descontentamento, nem deixar de exigir que sejam respeitados os compromissos já assumidos.”

Lida 301 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é um Orgão de Comunicação Social periódico, distribuído electronicamente, que visa através da inserção de notícias, promover a identidade regional, o turismo, e a divulgação/defesa do património natural, arquitectónico, pessoas, animais e tradições, dos concelhos da região norte do distrito de Aveiro, nomeadamente: Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra e Arouca e do forma mais geral dos restantes municípios do distrito.

Itens relacionados

S. João da Madeira recebe II Encontro da Rede Portuguesa de Turismo Industrial

Encontro em S. João da Madeira, nos dias 5 e 6 de abril | Turismo industrial dá passos para formalizar rede nacional | Programa inclui apresentação da Norma Portuguesa da Qualidade do Turismo Industrial

Os promotores de programas de turismo industrial em Portugal estão a dar passos firmes no sentido de formalizarem a rede que já os une e que marcou encontro para o edifício da Torre da Oliva, em S. João da Madeira, nos dias 5 e 6 de abril.

Município de Ovar volta a marcar presença na BTL Azulejo, Pão-de-Ló e Procissões Quaresmais em destaque na edição de 2018

Depois do retumbante sucesso do ano passado, o Município de Ovar voltará a marcar presença, com stand próprio, na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) 2018, que decorre entre 28 de fevereiro e 4 de março, em Lisboa. Em destaque estarão, como habitualmente, as marcas Ovar - Cidade Museu do Azulejo, o Pão-de-Ló de Ovar e o Património Arquitetónico e Religioso, introduzido por um elemento inovador - uma maquete do centro da cidade de Ovar, da autoria do artesão vareiro José Maria Costa, na qual pode ser visualizado o património arquitetónico, o património azulejar e o património religioso, que inclui uma das seculares procissões quaresmais.

S. João da Madeira fabrica réplicas de chapéu de Fernando Pessoa para exposição em Madrid

Oferta do programa de Turismo Industrial sanjoanense | Patente no Museu Rainha Sofia de 7 de fevereiro até 7 de maio

Sendo o chapéu um adereço indissociável da figura icónica do poeta Fernando Pessoa e sendo esse um dos produtos emblemáticos da cidade de S. João da Madeira, o Turismo de Portugal convidou este Município a associar-se à exposição PESSOA, patente no Museu Rainha Sofia, em Madrid, oferecendo 50 belíssimos chapéus de feltro, produzidos numa das empresas que fazem parte do programa de Turismo Industrial desenvolvido pela autarquia sanjoanense.