sexta, 09 junho 2017 04:51

Salvador Sobral – Uma voz de Portugal

Classifique este item
(1 Vote)

Salvador Sobral, vencedor do Festival da Eurovisão da Canção 2017, com o tema "Amar pelos Dois", encantou, na noite de 27 de maio, o público que encheu a "Arena Dolce Vita Ovar" para assistir à apresentação do seu disco de estreia Excuse Me, trabalho lançado em março do ano passado.

Numa viagem que principia no jazz, Salvador Sobral, de 27 anos, revelou no memorável concerto que deu na Arena Dolce Vita Ovar "influências da bossa-nova, das doces sonoridades da américa latina, e uma capacidade de interpretação inesperada, única e arrebatadora". A acompanhá-lo estiveram ao piano Júlio Resende, André Rosinha no contrabaixo e Bruno Pedroso na bateria. Portugal ganhou uma nova voz: a de Salvador Sobral!

"AMAR PELOS DOIS"

(Canção vencedora do Festival da Eurovisão da Canção 2017)

Se um dia alguém perguntar por mim/ Diz que vivi para te amar/ Antes de ti, só existi/ Cansado e sem nada para dar

Meu bem, ouve as minhas preces/ Peço que regresses, que me voltes a querer/ Eu sei que não se ama sozinho/ Talvez, devagarinho, possas voltar a aprender [BIS]

Se o teu coração não quiser ceder/ Não sentir paixão, não quiser sofrer/ Sem fazer planos do que virá depois/ O meu coração pode amar pelos dois

 

 

Em 13 de maio, no Centro Internacional de Exposições de Kiev, na Ucrânia, o jovem cantor português alcançou a pontuação máxima de sempre (758 pontos) na votação combinada dos júris nacionais e do público. Composto por Luísa Sobral, sua irmã, o tema “Amar pelos dois” vai ficar na história da música portuguesa. (Clique em play para ver o vídeo do Festival da Eurovisão 2017).

 

Sobre Salvador Sobral, Miguel Esteves Cardoso, cronista do jornal Público, disse: "A voz dele é límpida e aérea. Tem uma musicalidade irrequieta que se atreve a cantar por cima do canto. Canta como se toda a música dependesse dele. Cada canção é um tudo ou nada", comparando-o a um "jovem Frank Sinatra quando tinha a mesma idade". A voz de Sobral é um verdadeiro instrumento musical, até mesmo quando graceja. (Clique em play para assistir a este momento hilariante).

"A CAMINHO DE OVAR" (vídeo de Salvador Sobral)

TEXTO e FOTOS: Fernando Pinto 

Lida 583 vezes

Autor

Fernando Pinto

Fernando Manuel Oliveira Pinto nasceu no dia 28 de junho de 1970, em Ovar. Jornalista profissional, fotógrafo e realizador de curtas-metragens de vídeo. Escreve poesia e contos. A pintura é outra das suas paixões. Colaborador do "Ondas da Serra".

Itens relacionados

Os Amigos da Tasca Centenária e da música popular Portuguesa

Em Cabomonte – São Miguel de Souto, na Tasca Centenária da Marçalina, um grupo de amigos reuniam-se em convívio à volta das cartas, dos petiscos e das brincadeiras. Com o tempo trouxeram instrumentos, os cantares ao desafio e a vontade de formarem um grupo musical. Desta forma simples nasceu o conjunto “Os Amigos da Tasca Centenária”, composto por seis músicos e uma cantadeira que perpetuam a nossa memoria coletiva com as suas vozes e melodias tradicionais.

Sara, a apaixonada por pessoas que também é psicóloga da J. F. de Esmoriz

Sara tem 25 anos e todos a conhecem em Esmoriz, concelho de Ovar. É responsável pelo Gabinete Psicossocial da Junta de Freguesia de Esmoriz desde 2016. As pessoas são a sua maior causa e, enquanto psicóloga, trabalha todos os dias para melhorar a vida dos que procuram o seu apoio.

Bruno Monteiro: “O violino é a minha paixão”

O equilíbrio entre a emoção e o intelectual define Bruno Monteiro enquanto um dos melhores violinistas portugueses da atualidade. Nasceu no Porto, vive em Santa Maria de Lamas, e falou com o Ondas da Serra sobre as experiências emocionais que cria sempre que toca violino. “Tocar para as pessoas é comunicar emoções e raciocínio. É tudo.” A trabalhar no 12.º álbum, o artista promete mais um trabalho fora do comum, “apaixonado e obscuro”.

Faça Login para postar comentários