Pág. 3 de 4

A Ria de Aveiro possui uma riqueza incalculável em termos da preservação da biodiversidade, mas é necessário estarmos atentos e lutar pela sua conservação, sendo esse um dos objetivos do projeto BioRia do Município de Estarreja.

Depois de nós últimos tempos termos feitos algumas caminhadas exploratórias, Ondas da Serra resolveu mudar de ares e ir pedalar para Águeda e Server do Vouga. Com base neste objetivo fomos conhecer a Ecopista do Vale do Vouga e vamos relatar aqui a nossa experiência e algumas sugestões que poderão ser úteis.

A Ecovia do litoral fica situada em Espinho e tem cerca de 12 Km. É possível fazer o seu percurso a caminhar ou de bicicleta e contemplar as várias praias no seu trajeto, ambientes urbanos e populares, como os bairros e cenas da vida dos pescadores. Se tiver sorte poderá ver estes homens na sua faina ou as artes de pesca a descansar ao sol à espera do próximo regresso ao mar.

A barrinha de Esmoriz/Lagoa de Paramos parecia em tempos condenada ao infortúnio. No entanto, em setembro de 2016, arrancaram os trabalhos de requalificação e em junho deste ano abriram os passadiços. Esta zona lagunar fica situada na fronteira entre os concelhos de Espinho e Ovar e tem boas acessibilidades seja de carro ou comboio.

Como tínhamos informado os nossos leitores, realizou-se na manhã de 26 de agosto o primeiro passeio de bicicleta promovido pelo ONDAS DA SERRA, o "Ondas na Ria", que deu a conhecer aos participantes alguns recantos bucólicos da Ria de Aveiro.

Ovar possui cerca de 40 Km em ciclovias que percorrem o concelho junto à ria, florestas e praias. Esta riqueza é aproveitada por centenas de desportistas que todos os dias pedalam nas terras vareiras com especial incidência aos fins-de-semana. Contudo não basta fazer as vias é necessário fazer a sua manutenção e conservação.

Pág. 3 de 4