sexta, 03 março 2017 02:00

"O Carnaval de Ovar é um espetáculo!" - Carnaval de Ovar 2017

Classifique este item
(5 votos)

VAMPIROS (grupo Car­navalesco), JOANAS DO ARCO DA VELHA (Passerelle) e ESCOLA DE SAMBA COSTA DE PRATA foram os grandes vencedores do Carnaval de Ovar de 2017.

"O Carnaval de Ovar é um espetáculo!" - Carnaval de Ovar 2017

No último domingo, dia 26 de fevereiro, e na terça-feira de Entrudo, apesar do tempo instável, os Corsos Carnavales­cos saíram à rua e animaram os milhares de foliões que inundaram a cidade vareira. Para o ano, se São Pedro deixar, há mais Vitamina da Alegria. Como se ouviu dizer nas bancadas, "o Carnaval de Ovar deste ano foi um espetáculo!".

Eis as classificações das quatro Escolas de Samba e dos vinte Grupos que desfilaram na Avenida Dr. Francisco Sá Carneiro:

ESCOLAS DE SAMBA: 1.º Costa de Prata (520 pontos); 2.º Charanguinha (467,5 pts); 3.º Kan-Kans (429 pts); 4.º Juventude Vareira (425 pts).

CARNAVALESCO: 1.º Vampiros (342 pts); 2.º Xaxas (338 pts); 3.º Pindéricus (335,5 pts); 4.º Pinguins (330,5 pts); 5.º Marados (325 pts); 6.º Garimpei­ros (305,5 pts); 7.º Zuzucas (302 pts); 8.º Marroquinos (298,5 pts); 9.º Catitas (294 pts); 10.º Pierrots (282,5 pts); 11.º Hippies (273,5 pts); 12.º Não Precisa (273 pts); 13.º Carrucas (263,5 pts); 14.º Condores (254,5 pts).

PASSERELLE: 1.º Joanas do Arco da Velha (158,5 pts, na foto); 2.º Melindrosas (156 pts); 3.º Barulhentas (155 pts); 4.º Levados do Diabo (152,5 pts); 5.º Palhacinhas (139 pts); 6.º Bailarinos (137 pts).

Podem ver este belíssimo espetáculo em slideshow (cliquem numa foto e depois em PLAY)

Galeria de fotos do desfile do Carnaval de Ovar 2017

Lida 419 vezes

Autor

Fernando Pinto

Fernando Manuel Oliveira Pinto nasceu no dia 28 de junho de 1970, em Ovar. Jornalista profissional, fotógrafo e realizador de curtas-metragens de vídeo. Escreve poesia e contos. A pintura é outra das suas paixões. Colaborador do "Ondas da Serra".

Itens relacionados

Aprenda como era o ensino no Museu Escolar Oliveira Lopes

A história dos irmãos Oliveira Lopes de Válega que construíram uma escola

Esta é a história de dois irmãos do Cadaval – Válega que no começo do século XX, resolveram combater a expensas próprias o analfabetismo e mandaram erigir uma escola na sua terra que marcou tantos homens e mulheres e que comprova a importância do saber para elevar o ser humano. Naquele tempo não havia ensino obrigatório e universal, existiam poucas escolas, mestres e os alunos andavam desnutridos, mal vestidos e calçados.

Na sessão camarária de 29 de Janeiro de 1908 foi presente um ofício do subinspector escolar José de Castro Sequeira Vidal comunicando que José de Oliveira Lopes e seu irmão Manuel José de Oliveira Lopes, do lugar do Cadaval, da freguesia de Válega, ofereciam-se para custear todas as despesas com a construção dum edifício para as escolas oficiais e habitação dos respetivos professores dessa freguesia, pelo que pedia a cedência gratuita do terreno necessário para aquele construção que, concluída, seria oferecida ao Estado pelos citados beneméritos.” Lamy, A. (1977). Monografia de Ovar - volume 2 (1st ed., p. 376). Ovar [Portugal].

As mais bonitas praias fluviais de Portugal

O Ondas da Serra tem feito um trabalho para dar a conhecer aos nossos leitores as mais bonitas praias fluviais de Portugal. A maioria das que visitamos são no nosso distrito de Aveiro, mas fomos conhecer outras espalhadas pelo país que nos oferecem momentos inesquecíveis de paz, beleza e tranquilidade. Neste artigo fizemos uma seleção destas locais que fazem parte da nossa história e onde nos divertimos e agradecemos à mãe natureza pela sua criação e aos homens por as estimar.

Parta de bicicleta do Porto à descoberta de Vila do Conde

No ano da graça de 2021, partimos numa epopeia de bicicleta na demanda duma nau, que começou em Vila Nova de Gaia, navegando junto à costa atlântica do litoral norte do Porto, Matosinhos e Vila do Conde. Fomos à descoberta destas terras desconhecidos e ficamos maravilhados com os seu encanto histórico, patrimonial, ambiental e religioso, que vamos partilhar com o nosso reino.