Pág. 1 de 3

Sara tem 25 anos e todos a conhecem em Esmoriz, concelho de Ovar. É responsável pelo Gabinete Psicossocial da Junta de Freguesia de Esmoriz desde 2016. As pessoas são a sua maior causa e, enquanto psicóloga, trabalha todos os dias para melhorar a vida dos que procuram o seu apoio.

Espalhados pela cidade e arredores de Ovar, encontramos fontanários cuja função era dar de beber aos vareiros do concelho. A construção dos parques juntos às frentes ribeirinhas, têm melhorado a recuperação de alguns, mas ainda não é suficiente para evitar que parte do património desapareça. Medimos a saúde destas fontes durante um passeio de bicicleta ao longo de oito quilómetros com muitas derivações. Deixamos uma sugestão para planear uma visita a este património indelével da população de Ovar.

A aposta no empreendedorismo, na rede de acessibilidades, na qualidade de vida dos munícipes e nas indústrias criativas convergem para a afirmação de São João da Madeira como uma cidade a visitar. São várias as escolhas disponíveis para ficar a dormir no concelho enquanto visita não só a Capital do Calçado, mas outras cidades como Santa Maria da Feira, Arouca, Oliveira de Azeméis, Espinho, Ovar, Aveiro e Porto. Saiba quais.

O marketing de luxo é um dos temas em destaque na 13ª edição da Expofoto. O salão de conferências do Europarque recebe António Paraíso este Domingo para falar sobre marketing, inovação e luxo: um “amor perfeito”, nas palavras do especialista natural de Guimarães.

A fotografia ‘newborn’ é um dos temas da 13ª edição da Expofoto. Paula Canetas será uma das responsáveis por falar sobre este estilo tão peculiar. Passa pelo salão de conferências do Europarque, em Santa Maria da Feira, no dia 2 de Março, Sexta-feira.

Manuel Faria Plácido Resende. Nasceu em 1930, no Lugar dos Moinhos, freguesia de Sanfins, Santa Maria da Feira. Feirense há 86 anos, o “Senhor Plácido” assim como é conhecido na terra, apresenta uma lucidez indescritível no seu discurso. As suas memórias e vivências, quando contadas na primeira pessoa, são como uma fotografia real de todo o seu percurso. Ouvir as histórias é sinónimo de mergulhar no passado desta personalidade que se mistura inexplicavelmente com a realidade da ancestral e saudosa “Vila da Feira”. Fotografia, pintura e música são as suas principais paixões e traduzem a eloquência das suas palavras quando atrás de si já ultrapassou toda uma vida.

Pág. 1 de 3