sexta, 28 abril 2017 13:52

O melhor alojamento para ficar em Oliveira de Azeméis

Classifique este item
(1 Vote)

Reunimos os melhores locais para dormir enquanto descobre o património de Oliveira de Azeméis. O concelho é um dos destinos incontornável para os amantes de cidades com uma agenda cultural intensa, permanentemente quebrada por workshops de história, arte e, claro, vida. Recarregue baterias em alguns dos hotéis, pousadas ou quintas mais icónicos desta terra enquanto aproveita para explorar caminhos apaixonantes por paisagens e histórias.

O melhor alojamento para ficar em Oliveira de Azeméis

Casa de Souto de Ínsua

É no epicentro de um terreno que se estende por quatro hectares que se ergue a Casa de Souto de Ínsua. Dominada por um estilo rústico, a construção do início do séc. XVIII proporciona excelentes condições para passeios a pé. A menos de mil metros, o pequeno rio Ínsua aguarda pelos aficcionados por pesca. 
A cerca de mil metros da casa corre um pequeno rio (Rio Ínsua) onde é possível pescar.

Composição do espaço: 

- Sala de jantar

- Duas lojas térreas (não utilizáveis pelos hóspedes)

- Quarto de apoio, com WC e máquina de lavar roupa.

- Cozinha, com máquina de lavar louça, fogão a gás com forno, fogão a lenha e forno de pão de lenha.

1º andar:

- 4 quartos, sendo:

- 2 com cama de casal (4 adultos)

- 1 com duas camas gémeas (2 adultos)

- 1 com uma cama (1 adulto)

- 3 casas de banho, sendo duas completas

- 1 sala de estar/escritório 

- 1 sala de estar com fogão de sala e TV

Hotel Dighton

O Largo da República, em Oliveira de Azeméis, enche-se vida com os hóspedes de um dos hóteis mais luxuosos da cidade: o Hotel Dighton. O empreendimento turístico retrata o charme do turismo vocacionado para os amantes da natureza, com o equilíbrio exacto pelo viciados no movimento das metrópoles. 

Enquanto usufriu dos serviços de um hotel erguido no coração da cidade, pode aproveitar os privilégios de estar entre a serra e o mar. Um tempo de paz, tranquilidade e descanso, perfeito para viagens em família ou de negócios.

Hotel Vale do Rio

O primeiro eco-hotel de Portugal tem morada na Avenida Soares de Basto, em Palmaz. O espaço impõe-se no centro de Portugal como paragem obrigatória para viver o que de melhor a natureza pode oferecer. Com decoração minimalista, o verdes estende-se por montes e vales, enquanto o alpendre floresce para um tempo que se quer de qualidade. 

A piscina e o banho turco, o spa, a pausa das letras e os espaços exteriores são apenas alguns dos aspectos a considerar quando está a escolher o sítio onde quer ficar para conhecer um novo destino. 

Quinta da Dinha

Uma casa agrícola dos finais do séc. XIX, outrora residência de uma família de agricultores locais. A Quinta da Dinha é exemplo de sucesso e dedicação em Portugal do novo milénio, feito de empreendedorismo e projectos.  A reconstrução da casa, realizada há cinco anos, foi pensada de modo a preservar a herança arquitectónica que carrega, sem descurar os mais pequenos detalhes. Localizada 

A reconstrução da casa, em 2012, foi pensada e executada de forma a preservar as características arquitetónicas tradicionais. Localizada na Vila de S. Roque, concelho de Oliveira de Azeméis, a Quinta é gerida por uma equipa familiar, que desenvolve na propriedade diversas atividades agrícolas, agroturismo, entre outras.

Casa da Trapa

Se tem o sonho de viajar no tempo e regressar às origens do Homem, numa linha em que a Natureza ainda era alheia à sua pegada, então a Casa da Trapa pode ser o que procura. É na rua Pio Verde, em Oliveira de Azeméis, que pode encontrar a tranquilidade rural, o ar puro e o canto das aves. Lavrar, cultivar, semear, e plantar produtos hortículas são apenas algumas das actividades disponíveis e que prometem momentos de grande diversão e aprendizagem. 

Fontes: Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis e websites oficiais dos empreendimentos referidos.

Lida 1144 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é um Orgão de Comunicação Social periódico, distribuído electronicamente, que visa através da inserção de notícias, promover a identidade regional, o turismo, e a divulgação/defesa do património natural, arquitectónico, pessoas, animais e tradições, dos concelhos da região norte do distrito de Aveiro, nomeadamente: Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra e Arouca e do forma mais geral dos restantes municípios do distrito.

Itens relacionados

Região de Aveiro: 9 sítios a (re)descobrir em 2019

A precisar de ideias para os planos de fim-de-semana ou sem inspiração para o final de tarde? O Ondas da Serra compilou 9 sítios para visitar em 2019. Cada local proporciona uma relação diferente com a natureza e consigo. (Re)descubra-os.

Terras de Fuste, Função e Paço de Mato

Ondas da Serra partiu à descoberta um destes dias por terras de Vale de Cambra. Deixamos o carro em Rogê, perto do Centro Cívico e partimos para desbravar terrenos e procurar aventuras. Não fomos de caravela, nem navegamos numa nau, levamos a bicicleta, não levamos varapau. 

Passadiços de Esmoriz - É tão bonito! Onde fica?

O chão de madeira serpenteia entre a maior zona lagunar do Norte de Portugal com o brilho que só a natureza pode proporcionar. Os passadiços da Barrinha de Esmoriz, no concelho de Ovar, são o passeio idílico para amantes de praia, natureza e emoções. É bonito por tudo o que oferece a quem o visita. Simples e poderoso.