Ul – Oliveira de Azeméis | Aldeia de Portugal e Pão de UL Parque Temático Molinológico | Rio Ul | Ul - Aldeia de Portugal - Oliveira de Azeméis Ondas da Serra
sábado, 04 dezembro 2021 15:46

Ul – Oliveira de Azeméis | Aldeia de Portugal e Pão de UL Destaque

Classifique este item
(4 votos)

A terra de Ul em Oliveira de Azeméis, integra o projeto “Aldeias de Portugal”, ficando enclausurada num município com grande pujança industrial e que vai resistindo como pode aos ferimentos do progresso desmesurado. Este reino tenta fechar-se no seu vale onde subsiste ainda uma pequena mancha de florestal autóctone, mas está sitiado e sofre um cerco por todos os lados. Nós vamos visitando os seus domínios ao longo do tempo, provando o seu afamado pão e doce regueifa, passeando nas margens do Rio Ul, onde o inimigo nos lança gases com cheiro pestilento que brotam das profundezas do próprio reino de Belzebu.

História da Aldeia de Ul - Oliveira de Azeméis1

"A aldeia de Ul estende-se ao longo de dois rios, Ul e Antuã, que se encontram no sítio da Ponte de Dois Rios e conferem ao local personalidade muito própria! Esta aldeia vive entre o presente e um passado rico em história, tradições e marcas arqueológicas. Acredita-se que este povoado era habitado por um povo pré-histórico, pois ainda aqui se encontram algumas mamoas pré-celtas."

Pontos de interesse em Ul

  • Castro de Ul
  • igreja de Santa Maria de UL
  • Capela de Adães

Parque Temático Molinológico - Ul - Oliveira de Azeméis1

Parque Temático Molinológico - Ul - Oliveira de Azeméis

"Venha percorrer a pé as diversas rota e percursos pedestres disponíveis com destaque para a Rota dos Moinhos, num percurso definido ao longo dos rios Antuã e Ul. De visita obrigatória é Parque Temático Molinológico, um verdadeiro "museu vivo" das estruturas de confeção do pão e da moagem de cereais, atividade com mais de 200 anos.

Igreja de Santa Maria de Ul1

Igreja de Santa Maria de Ul

"A paisagem é também marcada pelas infraestruturas construídas ao longo do tempo, como caminhos, as levadas para a condução da água e os açudes, alguns com quedas de água consideráveis. No coração da aldeia, fique a conhecer outras marcas da história: diversos espigueiros, a Igreja de Santa Maria de Ul - datada de 1790, mas assente num monumento romano."

Centros Informativos/Interpretativos

Núcleo Museológico do Moinho e Pão de Ul

  • Parque temático Molinológico
  • Núcleo Museológico do Moinho e Pão de Ul

Alimentação - provar o pão e regueifa de Ul

  • Centro de Provas Gastronómicas de Ul

Animação e grupos floclóricos

  • Grupo Folclórico "As Padeirinhas de Ul"
  • Rancho Folclórico "Cravos e Rosas"
  • Evento anual "Há Festa na Aldeia"

Rio Ul - Oliveira de Azmeís2

Rio Ul - Oliveira de Azmeís

No percurso pedestre que parte do Parque Molinológico, Rota do Moleiro, irá passar por uma ponte onde é possível observar a nascente a confluência dos Rios Ul e Antuã, acontecendo o facto curioso que é o rio com caudal mais pequeno cujo nome prevalece, desaguando o Rio Antuã na Ria de Aveiro. O Rio Ul ao longo dos anos tem tido problemas com poluição apresentando uma cor escura não natural e cheiro nauseabundo, "O maior problema do Rio Ul, apesar doutras descargas mais pequenas é a ETAR de Santiago em Salgueiro, porque se formos visitar o rio para cima da ponte do Salgueiro, olha-se para a água e depois olha-se para baixo e vê-se a diferença. Ela não cumpre, nem tem cumprido os requisitos duma ETAR. Isto tem poluído o rio e obviamente que a qualidade de peixe que existe é prejudicada pela qualidade da água, que podemos ver é péssima."  André Santos, Presidente da ADUM - Associação Dona Urraca Moreira, que se dedica à defesa e conservação da natureza e património histórico deste concelho, declarações numa reportagem ao Ondas da Serra.

"Rio português, cuja nascente é no lugar de S. Mamede, Vila de Fajões, e desagua no rio Antuã. O seu percurso banha localidades como Romariz, Milheirós de Poiares, São João da Madeira, Vila de Cucujães, São Roque, Santiago de Riba-Ul, Madaíl e Ul."

Rio Antuã - Oliveira de Azmeís2

"Rio português, que nasce na freguesia de Escariz, Arouca. Atravessa os concelhos de Oliveira de Azeméis e Estarreja. Tem como principal afluente o rio Ul e desagua na ria de Aveiro, em Salreu, concelho de Estarreja."

Vídeo da confeção das padas e regueifas de UL

Subscreva o nosso canal no Youtube

 

O que fazer em Ul - O que ver em Ul

  
 

O segredo do fabrico do pão e regueifas de Ul

O Parque Temático Molinológico, fica localizado nas freguesias de UL, Travanca e Loureiro - Oliveira de Azeméis, onde está a ser feita a preservação etnográfica dos antigos ofícios de moleiro e padeiro. O segredo do afamado pão de UL aqui cozido é que não há nenhum milagre ou artes mágicas, mas sim carinho empregue na sua fabricação, usando técnicas ancestrais, com produtos genuínos e fornos onde a alquimia produz ouro destes cereais, unindo os elementos da terra, ar, água e fogo, num produto que remete para as nossas raízes primordiais.

 

 

Parque Temático Molinológico de Oliveira de Azeméis

O visitante que se desloque à aldeia de Ul em Oliveira de Azeméis, encontra perto da Igreja ao fundo do vale o Parque Temático Molinológico. Ondas da Serra esteve à conversa com o seu coordenador Hugo Pereira que não quis ser fotografado porque coloca a sua equipa em primeiro lugar.

 

 

Rostos de Ul e Damonde - O povo de Oliveira de Azeméis

Um dos propósitos do projeto “Ondas da Serra” é mostrar o rosto do povo e das nossas tradições. A nossa equipa andou em Ul - Oliveira de Azeméis e encontrou os seus habitantes atarefados com as suas lides agrícolas, domésticas ou apenas descanso. Aqui ficam alguns depoimentos destas simpáticas pessoas que estão sempre disponíveis para fazer um compasso de espera e contarem um pouco das suas vidas. É por esta razão que o campo atrai, longe do reboliço dos centros urbanos onde as pessoas cada vez se afastam mais.

 

 

Rota do Moleiro inserida no Parque Temático Molinológico em Oliveira de Azeméis

Depois de visitar o museu e os moinhos, fomos caminhar pela “Rota do Moleiro” e percorremos os quatro Km a sul da “Ponta da Igreja”, que rodeia as margens do rio Ul. Esta troço está bem assinalado e em boas condições. A natureza é agradável faltando um pouco mais de floresta autóctone. A cor da água do rio e o seu cheiro não eram naturais e encontramos uma espuma estranha. Já tínhamos sido alertados para isso pelo seu coordenador Hugo Pereira, mas adiantou que tudo estavam a fazer para resolver a situação.

 

 

Associação Dona Urraca Moreira luta pela terra Oliveirense

O Ondas da Serra foi conhecer a ADUM - Associação Dona Urraca Moreira, localizada em Madail – Oliveira de Azeméis, que se dedica à defesa e conservação da natureza e património histórico do concelho. Neste artigo vamos conhecer o seu presidente, a sede da associação e sua história, que atividades têm desenvolvido e quais são os maiores problemas que têm enfrentado nestas áreas.

 

Créditos e fontes consultadas:

Fontes: Texto Ondas da Serra, com exceção do que está em itálico e referenciado. 1-Aldeias do Norte de Portugal, porteenorte.pt 2-Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis
Artigos jornalísticos mencionados: Ondas da Serra recolhidos ao longo de cinco anos de existência do projeto jornalístico de inspiração turística.
Fotos: Ondas da Serra.

Lida 173 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é um Orgão de Comunicação Social periódico, distribuído electronicamente, que visa através da inserção de notícias, promover a identidade regional, o turismo, e a divulgação/defesa do património natural, arquitectónico, pessoas, animais e tradições, dos concelhos da região norte do distrito de Aveiro, nomeadamente: Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra e Arouca e do forma mais geral dos restantes municípios do distrito.

Itens relacionados

Descubra na Serra de São Macário três aldeias de arrepiar

Fomos conhecer a Serra de São Macário, onde meditou o ermita, penitenciando-se pelos pecados e vida boémia que viveu, enclausurado em serrados e impenetráveis penedos, longe da vista humana. No fundo do vale o povo erigiu com xisto a Aldeia da Pena, com vista para a Livraria da Pena, onde se pode ler na curiosa geologia e restos fossilizados da passagem de trilobites a história do ordovício há 480 milhões de anos. O rota da Cabra e do Lobo de São Pedro do Sul começa nesta Aldeia de Portugal, caminha por paisagens que a elevação humana não abarca, passando pelas igualmente formosas aldeias de Covas do Monte e Covas do Rio. É esta odisseia pelo passado que lhes vamos contar neste artigo, onde vimos cabras e até um lobo fugidio.  

Conheça as três aldeias rurais mais belas de Vale de Cambra

O município de Vale de Cambra alberga no seu reino três belas aldeias, que embrenhadas nas serras poderá conquistar, Trebilhadouro, Felgueira e Lomba. As duas primeiras ostentam a marca de qualidade “Aldeias de Portugal”, mas todas estão inseridas nas “Montanhas Mágicas”. Estas terras partilham a ruralidade, autenticidade, tradições, natureza, ribeiros e serras. Neste artigo vamos caminhar por este concelho, visitar estas aldeias e perceber algumas das razões que levam ao seu declínio e desertificação. Estudamos também que medidas foram implementada para as revitalizar sem as descaracterizar.

O segredo do fabrico do pão e regueifas de Ul

O Parque Temático Molinológico, fica localizado nas freguesias de UL, Travanca e Loureiro - Oliveira de Azeméis, onde está a ser feita a preservação etnográfica dos antigos ofícios de moleiro e padeiro. O segredo do afamado pão de UL aqui cozido é que não há nenhum milagre ou artes mágicas, mas sim carinho empregue na sua fabricação, usando técnicas ancestrais, com produtos genuínos e fornos onde a alquimia produz ouro destes cereais, unindo os elementos da terra, ar, água e fogo, num produto que remete para as nossas raízes primordiais.