Designers israelitas de chapéus e sapatos são  convidados dos Museus da Chapelaria e do Calçado “OS ASSOMBROSOS SAPATOS DE KOBI LEVI"
terça, 10 outubro 2017 17:39

Designers israelitas de chapéus e sapatos são convidados dos Museus da Chapelaria e do Calçado

Classifique este item
(0 votos)

Este fim de semana, em S. João da Madeira | Designers israelitas de chapéus e sapatos são convidados dos Museus da Chapelaria e do Calçado | Mesa-redonda no sábado, às 17 horas, inserida no ciclo "Moda Indústria. Moda Arte".

O Museu da Chapelaria e o Museu do Calçado, em S. João da Madeira, apresentam a 4.ª e última mesa-redonda do ciclo "Moda Indústria. Moda Arte", que contará com a presença dos extraordinários designers israelitas Maor Zabar (chapéus) e Kobi Levi (sapatos). Para acompanhar neste sábado, 14 de outubro, pelas 17h00, no Museu do Calçado.

Por favor não coma os chapéus do Maor ZabarAberta ao público – com entrada é livre, mas sujeita a inscrição prévia –, esta mesa redonda, que decorrerá em inglês, pretende abordar a temática da moda quer enquanto sector industrial, quer enquanto expressão artística, sendo que os designers apresentarão o seu processo criativo, o seu percurso profissional e as suas experiências no mercado internacional da moda.

Para inscrições e mais informações, os interessados podem contactar o Museu Calçado (256 004 006) ou o Museu da Chapelaria (256 201 680).

Exposições são inauguradas no domingo

No dia seguinte, domingo, 15 de outubro, também às 17h00, são inauguradas exposições temporárias dos dois designers, em cada um dos museus.
 
Assim, no Museu da Chapelaria são mostrados chapéus de Maor Zabar, que se destacam pela "originalidade e excentricidade e que tomam por principal fonte de inspiração a sua história de vida e experiência pessoal enquanto estilista de moda e designer de figurinos para o teatro".

Intitulada "Por favor, não coma os chapéus do Maor Zabar", apresenta criações de várias das suas coleções, dedicadas a temas como os insetos, flores, comida, brinquedos ou contos populares, cada uma das quais assumindo "estilos e facetas amplas que vão do realismo à paródia".

Como se pode ler na informação sobre a exposição divulgada pelo Museu da Chapelaria, "cada chapéu e cobertura de cabeça, feita em feltro, linho natural ou delicadas sedas, é cuidadosamente trabalhado, costurado e artisticamente pintado à mão para dar origem ao que Maor Zabar chama de "Criação Perfeita".

No Museu do Calçado, abre ao público a exposição "Os assombrosos sapatos de Kobi Levi", patente até 31 de março de 2018, com sapatos deste original designer de calçado de Tel Aviv (Israel), cujas criações "chamaram a atenção de muitos (e famosos) amantes de calçado", entre as quais Lady Gaga.

De acordo com a informação disponibilizada pelo Museu do Calçado, as criações de Kobi Levi "são únicas, artísticas e inovadoras e desafiam as definições tradicionais de design, arte e moda". Segundo o próprio, os seus sapatos "são glamourosos, mas com sentido de humor".

 

Lida 329 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é um Orgão de Comunicação Social periódico, distribuído electronicamente, que visa através da inserção de notícias, promover a identidade regional, o turismo, e a divulgação/defesa do património natural, arquitectónico, pessoas, animais e tradições, dos concelhos da região norte do distrito de Aveiro, nomeadamente: Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra e Arouca e do forma mais geral dos restantes municípios do distrito.

Itens relacionados

Os Amigos da Tasca Centenária e da música popular Portuguesa

Em Cabomonte – São Miguel de Souto, na Tasca Centenária da Marçalina, um grupo de amigos reuniam-se em convívio à volta das cartas, dos petiscos e das brincadeiras. Com o tempo trouxeram instrumentos, os cantares ao desafio e a vontade de formarem um grupo musical. Desta forma simples nasceu o conjunto “Os Amigos da Tasca Centenária”, composto por seis músicos e uma cantadeira que perpetuam a nossa memoria coletiva com as suas vozes e melodias tradicionais.

Caldas de São Jorge | Terra de mártir, poesia, rio e águas termais

Caldas de São Jorge é uma freguesia de Santa Maria da Feira, bastante conhecida pelas suas águas termais, mas que tem outras riquezas à espera de serem descobertas.

Intermarché de Ovar conta a história da cidade em azulejo português

Um supermercado já não é apenas um espaço comercial que vende produtos de consumo corrente. Oferecer cultura local em azulejaria portuguesa enquanto vai às compras é reconhecer que a experiência de cliente do século XXI não termina nas caixas registadoras. Por isso é que o Intermarché de Ovar lhe conta a história da cidade num projeto assinado por Marcos Muge.

Faça Login para postar comentários