Visitas noturnas aos pirilampos  do Parque das Ribeiras do Uíma Pirilampos no Parque das Ribeiras do Uíma
sexta, 01 junho 2018 17:13

Visitas noturnas aos pirilampos do Parque das Ribeiras do Uíma

Classifique este item
(0 votos)

Descobrir a magia dos pirilampos e desfrutar de um passeio ao luar, ao som das águas do rio Uíma, é a proposta do Município de Santa Maria da Feira para as noites de 14, 15, 21 e 22 de junho, no Parque das Ribeiras do Uíma. A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição prévia, a partir de 5 de junho, e limitada a 30 participantes por sessão.

A luz dos pirilampos é uma das maravilhas naturais que se podem testemunhar no Parque das Ribeiras do Uíma, mas tem uma duração muito efémera, pois acontece apenas na primavera. Junho é o mês ideal para a observação noturna de pirilampos e descoberta de toda a magia que os envolve.

A iniciativa “A Magia do Pirilampos no Uíma” pretende dar a conhecer algumas das características mais marcantes deste grupo de insetos e sensibilizar para a necessidade de preservação do Parque das Ribeiras do Uíma, de modo a garantir que o habitat dos pirilampos e de outros animais que com eles coabitam se mantenha com as condições necessárias à sua sobrevivência.

Leia também (Entrevista que efetuamos em 2017 durante uma vista): A Magia dos pirilampos do Uíma
Leia também (Vídeo sobre o parque): Parque das Ribeiras do Rio Uíma

Os interessados em participar devem inscrever-se através do formulário disponível em https://bit.ly/2xE1ASu.

Lida 554 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é um Orgão de Comunicação Social periódico, distribuído electronicamente, que visa através da inserção de notícias, promover a identidade regional, o turismo, e a divulgação/defesa do património natural, arquitectónico, pessoas, animais e tradições, dos concelhos da região norte do distrito de Aveiro, nomeadamente: Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra e Arouca e do forma mais geral dos restantes municípios do distrito.

Itens relacionados

Entre Ambos-os-Rios | Uma península fluvial

Localizada no concelho de Ponte da Barca, a freguesia de Entre Ambos-os-Rios, não é uma jangada de pedra, embora a sua península formada pelos rios Lima, Tamente e Froufe pareça ter uma grande vontade de ir conhecer o oceano atlântico lá para os lados de Viana do Castelo.

Pedras Boroas do Junqueiro | As côdeas do povo

A Serra da Freita é dotada de prodígios geológicos, rochas dobradas com milhares de anos, pedras que dão à luz ou são pão para o povo. Lá para os lados do Junqueiro - Arouca, os penedos resolverem tomar forma de boroas para enganar o engenho humano.

Pedras parideiras que dão à luz na aldeia da Castanheira

Quem sobe para a Serra da Freita em Arouca, está longe de imaginar que no seu planalto irá encontrar tantas maravilhas de Portugal, paisagens, gado de raça caprina e bovina apascentar livremente pelos montes, um rico património natural e geológico e as suas aldeias serranas de Albergaria da Serra, Cabaços, Merujal e Castanheira, onde até as inférteis pedras dão à luz e são chamadas parideiras.