sexta, 26 maio 2017 01:54

Vacinação antirrábica e identificação eletrónica de cães e gatos

Classifique este item
(0 votos)

A campanha de vacinação antirrábica e de identificação eletrónica (microchip) de cães e gatos inicia-se dia 2 de junho (sexta-feira), no Largo do Rossio, em Santa Maria da Feira, e decorre até ao dia 19 de julho, percorrendo todas as freguesias do concelho.

As datas, horas e locais das concentrações encontram-se estão publicadas em cartazes afixados nas sedes das Juntas de Freguesia, na Câmara Municipal, nas Unidades de Saúde Familiar, nas farmácias, em estabelecimentos comerciais, no Canil Municipal, no Gabinete Veterinário Municipal e no blogue do canil (http://canilmunicipaldafeira.blogspot.com).

Todos os detentores de cães e gatos que compareçam nesta esta campanha deverão fornecer, na altura, os seguintes dados, para efeitos de preenchimento do respetivo recibo e/ou ficha de microchip:

- Nome completo;

- Morada;

- Número de BI (Bilhete de identidade) ou CC (cartão de cidadão);

- NIF (n.º contribuinte);

- Contacto telefónico.

 

Vacina antirrábica

A vacinação antirrábica é anual e obrigatória para todos os cães com mais de 3 meses e é fundamental para que Portugal mantenha o estatuto de país livre desta doença mortal.

Para os gatos, a vacinação antirrábica é facultativa, exceto se o animal se deslocar para o estrangeiro, onde será obrigatório, neste caso, vacinar e identificar eletronicamente estes animais.

A vacina antirrábica só pode ser realizada quando os cães se encontrem identificados eletronicamente (microchip). O preço da vacinação antirrábica por animal é de 5,00 €, acrescendo 1,00 €, para quem não possua boletim de vacinas.

A vacina aplicada nesta campanha da raiva confere uma imunidade de 3 anos. No entanto, a licença na junta de freguesia mantém-se obrigatória com periodicidade anual.

 

Microchip

O microchip é um ato único e vitalício de identificação do seu animal, permitindo que em caso de perda ou furto do seu animal, identificar o seu dono, e que o mesmo seja encontrado por alguém ou recolhido pelo canil municipal. A colocação do microchip é obrigatória para todos os cães nascidos após julho de 2008 e o mesmo deve ser implantado entre os 3 e os 6 meses de idade. O preço da colocação do microchip é de 13,00€.

Quem não puder estar presente nestes horários, poderá deslocar-se ao longo do ano ao Canil Municipal de Santa Maria da Feira, no seguinte horário: terças e quintas-feiras úteis, das 9h00 às 12h00. Para mais esclarecimentos, poderão contactar o canil municipal, através do 256 370 800 / 918 171 243 ou o e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Faça aqui o download do documento com os locais onde vão decorrer estas ações.

Modificado em sexta, 26 maio 2017 02:06

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é um Orgão de Comunicação Social periódico, distribuído electronicamente, que visa através da inserção de notícias, promover a identidade regional, o turismo, e a divulgação/defesa do património natural, arquitectónico, pessoas, animais e tradições, dos concelhos da região norte do distrito de Aveiro, nomeadamente: Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra e Arouca e do forma mais geral dos restantes municípios do distrito.

Itens relacionados

APADO | Associação Protectora dos Animais Domésticos de Ovar

2017 registou um aumento de 22% no número de animais abandonados face a 2016. Em 2018 já foram recolhidos no nosso país mais de 14 mil animais, alguns dos quais pela APADO. A Associação Protetora de Animais Domésticos de Ovar enfrenta inúmeras dificuldades e o Ondas da Serra foi perceber quais são os principais desafios.

‘Cão ou Sem Casa’ fala pelos animais errantes da Feira que não têm voz

A história mais difícil dos três anos de projeto ‘Cão ou Sem Casa’ pertence a Vitória. Encontrada há cerca de três meses na rua com um golpe de calor e em convulsão há 5 horas, a gata sobreviveu ao que a vida parecia querer terminar. Joana Lamoso, Ana Tavares, Joana Rodrigues e Catarina Adão partilharam a sua história esta Sexta-feira, 27 de julho de 2018, à procura de uma adoção responsável. Desde 2015, já salvaram mais de 150 animais.

S. João da Madeira recebe II Encontro da Rede Portuguesa de Turismo Industrial

Encontro em S. João da Madeira, nos dias 5 e 6 de abril | Turismo industrial dá passos para formalizar rede nacional | Programa inclui apresentação da Norma Portuguesa da Qualidade do Turismo Industrial

Os promotores de programas de turismo industrial em Portugal estão a dar passos firmes no sentido de formalizarem a rede que já os une e que marcou encontro para o edifício da Torre da Oliva, em S. João da Madeira, nos dias 5 e 6 de abril.