A margem esquerda do Rio Inha em Canedo foi requalificada, dotando agora aquela parte do rio com uma bonita frente ribeirinha com cerca de três quilómetros. Quem circular pela Estrada Nacional 222 entre Canedo e Castelo de Paiva, antes da Ponte do Inha, vira à direita e desce para a Rua da Ribeirinha, onde começa o percurso, que termina no Rio Douro.

Ondas da Serra esteve por estes dias à tarde na praia de Cortegaça, onde andamos à fisga de “estórias” de pescadores, que encontramos naquela tarde cinzenta, povoada de chuviscos aqui e além. Junto ao paredão frontal da avenida principal, fomos encontrar alguns homens que se entretinham a pescar. O mar encontrava-se revolto, segundo a opinião bom para uns e mau para outros.

Nos passeios que a equipa do “ONDAS DA SERRA” faz pelos belíssimos recantos do distrito de Aveiro, a maior parte desconhecidos das pessoas, costuma encontrar gente anónima que tem "estórias" interessantes para contar.

Numa viagem de bicicleta que fizemos por terra da Murtosa na tarde do dia 27 de abril, fomos encontrar junto às margens da Ria de Aveiro no Bunheiro, uma família a trabalhar à volta do seu barco de pesca “António Manuel”. Como somos curiosos fomos ver o que estavam a fazer e se nos queriam responder algumas perguntas. Aceitaram-nos muito bem e depressa se estabeleceu um dialogo caloroso, com fotografias pelo meio. O local onde trabalhavam no interior da embarcação, a posição dos barcos, as cordas entrecruzadas e a luz não eram os melhores, mas nem sempre é possível trabalhar com as condições ideais, mas achamos que o fundamental foi conseguido.

Filho de Manuel de Oliveira Pinto e de Rosa de Oliveira Ascensão, o Alberto “Pescador”, como é conhecido em Ovar, seu tor­rão natal, nasceu em 26 de outubro de 1941. Atualmente, ocupa o tempo a consertar redes, é figurante no Rancho Folclórico “As Morenitas” do Torrão do Lameiro, e ainda dá um ar da sua graça na Confraria Gastronómica de Ovar, onde é um afamado tocador de búzio.