sábado, 31 dezembro 2016 17:41

Zona de recreio e lazer da Paradinha

Classifique este item
(0 votos)

Descrição: Zona de recreio e lazer localizada na margem do Rio Paiva, na freguesia de Alvarenga. Junto à aldeia com o mesmo nome, Paradinha. Aldeia em xisto que preserva ainda as características tradicionais. Esta aldeia apesar de não possuir nenhum habitante permanente tem movimento de turistas e habitantes de fim de semana, principalmente no verão.

Praia Fluvial da ParadinhaLocalização: Rio Paiva a 20 Km da vila de Arouca e a 10 Km de Alvarenga

Pontos de interesse nas proximidades:


- Paradinha (aldeia)
- Cabranca (lugar abandonado)
- Alvarenga (Ponte, carreira dos moinhos e gastronomia)


Infra Estruturas: Balneários. Estacionamento: Capacidade: 20 carros

Fonte: Câmara Municipal de Arouca

Lida 594 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é um Orgão de Comunicação Social periódico, distribuído electronicamente, que visa através da inserção de notícias, promover a identidade regional, o turismo, e a divulgação/defesa do património natural, arquitectónico, pessoas, animais e tradições, dos concelhos da região norte do distrito de Aveiro, nomeadamente: Ovar, Santa Maria da Feira, Espinho, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra e Arouca e do forma mais geral dos restantes municípios do distrito.

Itens relacionados

Entre Ambos-os-Rios | Uma península fluvial

Localizada no concelho de Ponte da Barca, a freguesia de Entre Ambos-os-Rios, não é uma jangada de pedra, embora a sua península formada pelos rios Lima, Tamente e Froufe pareça ter uma grande vontade de ir conhecer o oceano atlântico lá para os lados de Viana do Castelo.

Pedras Boroas do Junqueiro | As côdeas do povo

A Serra da Freita é dotada de prodígios geológicos, rochas dobradas com milhares de anos, pedras que dão à luz ou são pão para o povo. Lá para os lados do Junqueiro - Arouca, os penedos resolverem tomar forma de boroas para enganar o engenho humano.

Pedras parideiras que dão à luz na aldeia da Castanheira

Quem sobe para a Serra da Freita em Arouca, está longe de imaginar que no seu planalto irá encontrar tantas maravilhas de Portugal, paisagens, gado de raça caprina e bovina apascentar livremente pelos montes, um rico património natural e geológico e as suas aldeias serranas de Albergaria da Serra, Cabaços, Merujal e Castanheira, onde até as inférteis pedras dão à luz e são chamadas parideiras.