Um destes dias fomos pedalar para Pardilhó e Murtosa e deixamos que o vento insuflasse as nossas velas e nos indicasse a navegação. Estas localidades são especiais porque sofrem a influência e absorvem a cultura da ria, muitos dos seus habitantes ainda são agricultores, pescadores e criam animais. Por todo o lado se encontram, vacas, cavalos, ovelhas ou burros a pastar.

O Percurso de Salreu fica localizado na área do projeto da BioRia, em Estarreja. Este trilho é caracterizado pela sua enorme beleza e riqueza da fauna e flora, passando junto de dois rios, afluentes da Ria de Aveiro. O seu trajeto plano, em terra batida, pode ser percorrido com facilidade a caminhar ou de bicicleta. Quem atravessa estes terrenos é surpreendido com facilidade por todo o tipo de aves e se estiver atento ou com o material adequado por ver insetos, invertebrados e plantas, muito importantes para a biodiversidade.

O Dia dos Moinhos comemorou-se no dia 07 de abril de 2018, tendo a autarquia da Mealhada como é habitual feito um programa muito rico e variado para o último fim-de-semana. No domingo, dia 8, participamos na caminhada que organizaram pelo PR1 - Rota dos Moinhos na Mealhada. Este percurso pedestre foi orientado por uma guia, que nos deu a conhecer alguns moinhos de rodízio e de vento e nos falou da história, gastronomia e cultura locais. No final provamos pão feito de forma artesanal, fomos a um evento de sopas e vimos um moleiro a moer milho e trouxemos um pouco de recordação.

O percurso pedestre PR4 - Trilho das Terras de Granito em Macieira de Alcôba – Águeda, é um trilho de pequena rota circular, com 8 km, por caminhos urbanos e florestas, com grande valor natural, arquitetónico, histórico e religioso. Macieira de Alcôba é conhecida pela aldeia pedagógica do milho antigo, onde pode ser visitado o seu Centro Interpretativo do Milho Antigo e Estação da Biodiversidade. Destaca-se também a tradição do Milagre e forno d'Urgueira. Por estes caminhos irá conhecer as aldeias de Macieira de Alcôba, Urgueira e Carvalhal. Todas estas terras são rurais e pelos seus caminhos cruzam-se rebanhos de cabras, ovelhas e pastores. 

Ondas da Serra vai comemorar o seu primeiro aniversário com uma caminhada em Rio de Frades - Arouca. Já vimos que este mês de março vai estar sempre a chover, por isso vamos voltar adiar o evento para o dia 22 de abril (domingo). O terreno por onde vamos andar não deve estar famoso e precisar de uns dias sem chuva. O percurso que vamos fazer era utilizado antigamente para o carteiro ir entregar o correio às aldeias de Cabreiros e Tebilhão, percorrendo sinuosos trilhos de montanha.

O percurso pedestre, PR5 Trilho da ponte de ferro, começa e acaba em Travassô – Águeda, devendo o seu nome à ponte ferroviária sobre os Rio Velho e Águeda, por onde ainda passa o velho “Vouguinha”, na linha que liga Aveiro a Sernada do Vouga. O traçado peculiar deste percurso, junto à via-férrea, por baixo da ponte deixando adivinhar por cima a sua estrutura metálica, por caminhos alagadiços, alguns traiçoeiros, ladeando rios e ribeiros, rasgando cerrada vegetação, parecendo que conspiram para o enganar e precisando você de estar atento para cumprir a missão. Nós passamos, contudo, a pé a ponte de ferro, não o faça que é perigoso, atenção aos comboios, mas tivemos que fugir aos nossos "adversários".