quinta, 02 novembro 2017 14:04

Drave | Vídeo - Yoga nas Ondas da Serra

Classifique este item
(1 Vote)

No passado dia 29 de outubro, Ondas da Serra em parceria com o Espaço Yoga de Ovar, organizaram uma viagem entre Regoufe e aldeia mágica de Drave, localizadas em Arouca.

Drave | Vídeo - Yoga nas Ondas da Serra

As duas dezenas de participantes têm em comum o gosto pela natureza e juntos fizeram a caminhada, yoga nas montanhas, ministrada pela Professora Sónia do Espaço Yoga e partilharam o piquenique. Houve tempo para os mais corajosos banharem-se nas águas gélidas da pequena cascata ali existente.

Este evento permitiu algumas pessoas reverem amizades do tempo de infância, das carteiras da escola, dos encontros dos escuteiros e rever antigos vizinhos.

O grupo integrava crianças, alguns casais, pessoas de várias idades e géneros. O sol radioso ajudou a passar a magia do local para as pessoas. Mas para aplicar as palavras certas que traduzem sentimentos elevados será elaborado um artigo por quem além de jornalista é também poeta. Enquanto o mesmo não é publicado fica aqui o vídeo principal.

De forma a este vídeo não ficar muito grande irão ser efetuados outros, o próximo será exclusivamente sobre a aula de yoga.

Ondas da Serra agradece a todas as pessoas que participaram neste evento e contribuíram para que este tivesse sido um dia especial que irá porventura perdurar na sua memória.

Clique aqui para ver a nossa galeria de fotos.

Vídeos da Viagem

Vídeo principal

Equilíbrio

Equilíbrio n.2

Almoço partilhado

Galeria de fotos

Lida 1533 vezes

Autor

Ondas da Serra

Ondas da Serra® é uma marca registada e um Órgão de Comunicação Social periódico inscrito na ERC - Entidade Reguladora para a Comunicação Social, com um jornal online. O nosso projeto visa através da publicação das nossas reportagens exclusivas e originais promover a divulgação e defesa do património natural, arquitetónico, pessoas, animais e tradições do distrito de Aveiro e de outras regiões de Portugal. Recorreremos à justiça para defendermos os nossos direitos de autor se detetarmos a utilização do nosso material, texto e fotos sem consentimento e de forma ilegal.     

Itens relacionados

Trilho dos Socalcos do Sistelo revela paisagens incríveis

O percurso pedestres PR24 – Trilho dos Socalcos do Sistelo, desenvolve-se nesta freguesia do concelho de Arcos de Valdevez. Esta caminhada é caracterizada pelos socalcos que contribuíram para ter ganho o título de ser uma das “7 Maravilhas de Portugal”, na categoria de Aldeia Rural. Esta forma que os seus antepassados arranjaram para moldar a paisagem e conseguirem cultivar as terras para o seu sustento, mudam de tonalidade e beleza conforme as estações do ano. Pelo caminho poderão ser encontrados traços da sua ancestralidade e práticas agrícolas. Por vezes nos lugares mais inusitados descansam ou pastam bovinos da raça Cachena, alheios ao tempo e curiosidade dos forasteiros. Os socalcos, muros, espigueiros e casas em granito, das aldeias de Sistelo e Padrão conferem um caráter respeitoso e austero, da sua velha longevidade, mas que lentamente estão a morrer degradados pelo abandono. Subir estas encostas e ver Sistelo ao longe, rodeado de socalcos é uma das melhores formas de abarcar a sua beleza paisagística e de o celebrar.

Novas Ecopista de S. Pedro do Sul e Ecopista de Vouzela

Novos percursos da Ecopista do Vouga | Ecopista de São Pedro do Sul e Ecopista de Vouzela

O Ondas da Serra regressou de bicicleta à Ecopista do Vouga, para conhecer a Ecopista de São Pedro do Sul e a mais recente Ecopista de Vouzela, que também aproveitaram o antigo percurso ferroviário. O caminho que escolhemos começou na Serra da Freita e terminou na estação ferroviária de Macinhata do Vouga. Neste artigo vamos contar-lhes a nossa aventura através dum percurso espetacular que também pode fazer pelos melhores trilhos de Viseu e Aveiro.

Vereda do pastor percurso pedestre na Serra da Freita

Pelo percurso pedestre do PR3 – Vereda do Pastor - Arões - Vale de Cambra, o Ondas da Serra foi conhecer as aldeias mais icónicas da encosta sul da Serra da Freita, Covô, Agualva e Lomba. Nesta caminhada ainda passamos por duas povoações já abandonadas de Porqueiras e Berlengas. Este trilho é muito rico em termos arquitetónicos, naturais, fauna e flora, onde podemos apreciar um núcleo composto por 15 canastros ou espigueiros, duas bonitas cascatas, luxuriantes ribeiros e belíssimas paisagens de montanha. Do alto das suas serranias pode-se observar a linha costeira que é coberta ao raiar da aurora e crepúsculo por uma envolvente neblina que é suplantada pela altitude, escondendo as riquezas dos horizontes e fundos dos vales.